"Não me interessa nenhuma religião cujos princípios não melhoram nem tomam em consideração as condições dos animais." (Abraham Lincoln)



segunda-feira, 21 de novembro de 2011


Neste momento da Vida
já não questiono tudo o que vivi até agora...
Recordo as inúmeras pessoas que por mim passaram.
Acredito que, tal como no poema, algumas não levaram nada,
outras deixaram muito...
TU, deixaste em mim sede de gritar,
a coragem de falar
a vontade de "deixar este mundo um pouquinho melhor do que encontrei"...
Deixaste a firme convição de que todas as lágrimas caídas
foram lições, foram propósitos,
as armas que guardo no coração
os alicerces de quem procurou crescer...
Deixaste em mim a recordação de um pacto
entre o sol e a lua
que eu mesmo quebrei
sem esquecer!
Hoje estou pronto para abrir asas e partir,
deixar para trás o já construido à conquista da Paz.
Não choro a dor da despedida,
principalmente quando a partida foi para nunca mais voltar...
Lamento a distância física, a ausência de palavras,
o brilho dos olhos,
a eternidade que pedi nunca cumprida.

Neste momento da Vida olho o mundo como Ele o vê! 

um anjo

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

No Céu...



Estavas lá inerte e serena
Contemplava-te...


Como pode assim do nada
alguém de beleza infinda
partir?

Como podeste deixar-me
sem ao menos termos tempo de nos despedir?...

E eu que acreditava
que fosses um ser sem fim...
E eu que temia este momento como ninguém
e agora já vou contar um ano da tua partida...
Tento entender porque foste assim...
A tua estada dolorosa,
mas repleta de ternura
só podia ter um caminho:
o Céu...

Mãe...
A vida vai ensinar-me
a esperar o reencontro
No entanto, espero que não dure muito mais
para que volte a ter tempo para poder dizer-te
o quanto te amo
o quanto foste importante
em todos os momentos.
Nesse lugar lindo, que sabemos,
e que te recebeu:
... o Céu!



um anjo