"Não me interessa nenhuma religião cujos princípios não melhoram nem tomam em consideração as condições dos animais." (Abraham Lincoln)



quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Eu vou...

Levo comigo
esse sofrimento antigo,
com lágrimas já cristalizadas na alma
e feridas que não cicatrizam.


Lembranças de guerra
nas fronteiras da vida,
do amor que se encerra,
da dor que ninguém duvida.


Nenhum corpo te dissipa,
nenhuma carne me mata a fome,
nenhum perfume me alucina,
amor nenhum mais me consome!


(poema roubado pela saudade)

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Para ti...



Como um navio perdido na imensidão do mar,
sem estrelas pelo céu pra guiar,
onde os mapas se queimaram na confusão,
onde bússolas enlouqueceram, perderam a direcção.



Assim me sinto quando não estás,


perco os motivos, as respostas para cada simples questão,
o sono abandona-me, não durmo, eternizam-se as horas,
o sorriso fecha-se como uma flor que murcha e cai.



Pergunto-me por que não te consigo esquecer?
és a razão pra eu respirar,
o luar no meu anoitecer
e o meu sentido para o meu verbo amar.



Se eu pudesse desejar algo pela eternidade afora,
e qualquer que fosse o pedido me fosse concedido,
o meu desejo não seria outro senão,
ter esse sentimento por igual correspondido!



Não desejaria que fosse eterno, pois existe uma beleza no fim,
não desejaria que o tempo parasse pois existe uma beleza em juntas envelhecer,
não pediria que ficasses para sempre pois estarias presa talvez sem querer,
só queria mesmo a certeza das saudades que tenho e que tu sentirias por mim!